QUAIS AS NOVIDADES E A TENDÊNCIA DOS MÓVEIS E DA DECORAÇÃO EM 2020?

Essa tem sido sempre uma grande dúvida dos profissionais do setor, ainda mais num ano tão atípico como o de 2020, com as dificuldades decorrentes da Pandemia da Covid19, muitos fornecedores com dificuldades de entrega de matéria prima e o setor da construção civil com problemas e interrupções na condução das obras.

Mas independente dessas questões, a vida não pode parar, temos que seguir firmes e fortes para a evolução do setor e nós da Marupá Móveis, através do seu fundador, Reinaldo Gomes como já ocorreu em anos anteriores, após visitas as feiras internacionais, eventos do setor e conversas com os principais arquitetos e decoradores do país, pode dar algumas dicas importantes.

“Não apenas para 2020, mas para os próximos que virão os conceitos de sustentabilidade, tecnologia empregada na produção, produtividade, matérias primas e componentes químicos com baixo impacto ambiental são imprescindíveis”.

No aspecto da decoração em si, desde a escolha dos acabamentos que privilegiem a luminosidade, ampliação dos ambientes, já que cada vez mais as construções e os projetos residenciais ou de escritórios/consultórios são de espaços reduzidos, proporcionando num mesmo edifício, ter mais usuários.

No caso dos projetos residenciais únicos, assinados por arquitetos, onde a exclusividade, ambientes amplos, iluminados, mas que sejam funcionais são fundamentais. Já passou o tempo que se construía enormes ambientes apenas para serem fotografados, usados como cenários, mas que na prática ou dia a dia, eram quase que esquecidos.

Utilizar acabamentos coloridos ou dando destaque aos aspectos naturais da madeira, saber trabalhar com qualidade e sabedoria a confecção de móveis com revestimentos respeitando o desenho natural das linhas. Também são pontos importantes das tendências. Nesse aspecto, a Marupa Móveis tem se especializado cada vez mais em inovar e integrar outros materiais ao Design e na fabricação do produto, como Metais, Vidros, Polímeros e tudo aquilo que a criatividade sugerir, nós buscamos alcançar a melhor solução.

Integração com a mãe natureza

A sensação de fazer parte da natureza. Sustentabilidade, reaproveitamento e o uso de materiais naturais. Os profissionais como designers, arquitetos e decoradores terão a missão de introduzir cada vez mais em seus projetos esses conceitos de sustentabilidade, como energia solar, captação de águas de chuva, materiais reaproveitados, como exemplo a madeira de demolição. A atenção aos encaixes perfeitos, a facilidade nas montagens e a preocupação com a manutenção. Ou seja, de agora em diante, os conceitos se entrelaçam e passam a caminhar numa mesma direção, numa linha mestra de respeito ao meio ambiente e ao consumidor.

Mas como se chega a esses conceitos de tendências de decoração?

Da mesma maneira que acontece no setor de vestuário com as tendências de moda, a decoração e o design de interiores também possuem os fundamentos que se modificam ano após ano, de acordo com mudanças de mercado e acesso a novas tecnologias e matérias primas.

No que se referem ao Design e a decoração, eventos em grandes pólos como Milão, Nova York, Tókio, Berlim e Estocolmo geralmente impulsionam essa área. Uma das empresas pioneiras e protagonista nos novos conceitos de design é a gigante sueca IKEA (líder no segmento de móveis e design de interiores), existe também a Pantone (referência mundial em cores). Incluindo ainda a contribuição de muitos artistas, designers e profissionais da área que publicam suas criações em redes sociais, por exemplo, o Pinterest e o Instagram, que acabam ditando o curso do mercado. E finalizando esse pacote de referências, existem também os institutos de pesquisa, como a WGSN, especializada na elaboração de tendências a partir da análise comportamental dos indivíduos, delineando as características das novas tendências.

Recentemente a IKEA, publicou o seu catálogo anual, com as cinco grandes necessidades para serem atendidas para tornar uma residência num verdadeiro num lar, são eles: conforto, segurança, pertencimento, propriedade e privacidade.

Ou seja, para se ter sucesso e atender a essas expectativas, os projetos devem atender essas demandas. Conforto, a capacidade dos moradores em se sentirem a vontade e felizes no ambiente. A segurança de estarem protegidos, mas sem aqueles arsenais a mostra, como grades, cadeados, trancas, cercas elétricas, etc. O pertencimento envolve a possibilidade de acolher outras pessoas e ser acolhido, sem que o projeto tenha aquela suntuosidade que acaba espantando as pessoas, criando uma barreira de acesso. Resumindo, um local onde todos se sintam integrados aos ambientes sem claro, perder a privacidade, outro item importante. E finalizando a questão de propriedade está ligado ao fato das pessoas também desejarem ter a sua assinatura, utilizar objetos no ambiente que tenham algum tipo de conexão direto com o habitante.

Finalizando, a grande tendência para os próximos anos é a busca pela realização pessoal, a felicidade e poder obter cada vez mais um dos bens mais preciosos que é o tempo livre para poder usufruírem e compartilharem as conquistas e todas essas tendências num único local, o seu lar.

Deixe seu comentário

Abrir conversa
Precisa de ajuda?
Olá !
Clique em abrir conversa para ser direcionado ao whatsapp.